O  TEMPO  LITÚRGICO  DO  ADVENTO

0
1292

A palavra “advento” tem origem latina e significa chegada, aproximação, vinda. No Ano Litúrgico, o Advento é um tempo de preparação para a segunda maior festa cristã: o Nascimento do Senhor.  Neste tempo, celebramos duas verdades de nossa fé: celebramos a primeira vinda de Jesus – o nascimento de Jesus em Belém – e a segunda vinda de Jesus.

Assim, a Igreja comemora a vinda do Filho de Deus entre os homens e vive a alegre expectativa da segunda vinda d’Ele, em poder e glória, em dia e hora desconhecidos.

COMO  SE  ESTRUTURA  O  TEMPO  DO  ADVENTO?

O tempo do Advento depende sempre da solenidade do Natal.  Começa na tarde do primeiro domingo após a Solenidade de Cristo Rei e se desenvolve até o momento anterior à tarde do Natal.  Possui quatro semanas e, por isso, quatro domingos celebrativos.  O terceiro domingo do Advento é chamado de domingo da alegria, por causa da antífona de entrada da missa – “Alegrai-vos sempre no Senhor” – mostrando a alegria da proximidade da celebração do Natal. O tempo do Advento se divide em duas partes. A primeira parte é marcada pela espera alegre da segunda vinda de Jesus. A segunda parte, marcada pelos dias que antecedem o Natal, se destaca pela recordação sobre o nascimento de Jesus em Belém.

AS  FIGURAS  BÍBLICAS  PRINCIPAIS  DO  ADVENTO

Neste rico tempo litúrgico, somos conduzidos por grandes figuras bíblicas, como Isaías, João Batista, Maria, José, Isabel, Zacarias. São modelos dos pobres que esperam e confiam nas promessas de Deus. Neste tempo entramos em ritmo mais intenso de espera e esperança, de alegre e cuidadosa vigilância, como uma noiva que se enfeita, ansiosa e feliz, para a chegada de seu amado. Em particular, dois personagens bíblicos ganham destaque na celebração do Advento: Maria e João Batista.  Maria porque foi escolhida por Deus para ser a mãe do Salvador, e João Batista porque foi  a ser o precursor do Messias.  Maria se torna modelo do coração que sabe acolher a Palavra e gerar Jesus.  João Batista se torna modelo de uma vida que sabe esperar e confiar nas promessas de Deus e agir anunciando e preparando a chagada da Salvação, Jesus Cristo.

ATENTOS  E  VIGILANTES

A espiritualidade do Advento é marcada por algumas atitudes básicas: a preparação para receber o Cristo; a oração e a vivência da esperança cristã.  A preparação para receber o Senhor se dá na vivência da conversão e da ascese (prática das virtudes pelo exercício da vontade, pela meditação e pela mortificação). Precisamos ter um olhar atento sobre nós e a realidade que nos cerca e nos empenhar para corresponder com a ação do Espírito de Deus que quer restaurar todas as coisas.  Este tempo é marcado por uma vivência mais profunda da vida de oração.  Os exercícios de piedade, como a oração e a meditação dos mistérios gozosos do Rosário, a oração “O Anjo do Senhor anunciou a Maria” e a Novena de Natal podem ser um caminho feliz para a vivência da oração comunitária neste tempo. O Advento nos prepara para receber e acolher a Palavra feita carne:  “Jesus Cristo, nosso Deus e Senhor”

FONTE: Revista Canção Nova.   Autor:  Dom João Inácio Muller (Bispo da Diocese de Lorena-SP-

Professor     Alcides  Trofini    Pastoral Litúrgica

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui