FAMÍLIA: UNIDADE BÁSICA DA SOCIEDADE E DA IGREJA

0
1898

FAMÍLIA: UNIDADE BÁSICA DA SOCIEDADE E DA IGREJA

 

Família, igreja e sociedade são termos que definem o meio de sobrevivência e de desenvolvimento das atividades do indivíduo, ao longo de sua existência. Divididas em grupos e em níveis de importância, cada uma delas ocupa lugar no ser de cada pessoa, levando-a ao crescimento físico, mental, social e espiritual.

Em geral a palavra família, de acordo com a sua etimologia, significa um conjunto de servidores, grupo de indivíduos com grau de parentesco ou aliança que vive conjuntamente, mantendo entre si relações definidas. A família é a instituição mais antiga do mundo, e por isso é a responsável pela formação das demais instituições que compõem o meio social. É ela a principal doadora de homens e mulheres para a formação da sociedade, sujeita a constantes e significativas transformações, resultado de um processo histórico. É dentro da família que existem os espaços adequados para as relações mais profundas do ser humano, bem como formação de valores e de condutas mas, principalmente, transmissão da fé.

Sem a família é impossível a realização de um mundo novo, baseado no Evangelho e alicerçado no amor.  É na família que está o refúgio e o ponto de partida para uma vivência de respeito e fraternidade dentro de uma sociedade, muitas vezes individualista. Uma família construída no amor gera entrega gratuita. E este exemplo de vida em Cristo deve ser transmitido através das gerações. A palavra de Deus orienta aos pais: “ensina a criança no caminho em que deve andar e, ainda quando for velho, não se desviará dele.” O exemplo dos pais é o mais importante na educação dos filhos, frente os desafios nos dias de hoje. Os valores cristãos devem estar embutidos no exemplo dos pais, porque estes são observados constantemente pelos filhos. A atitude dos pais e sua maneira de se comportar perante o outro, são absorvidas e repetidas, muitas vezes de forma inconsciente, pelos filhos

A família é o princípio norteador da sociedade, a igreja opera pelo equilíbrio espiritual sendo fonte para a família e referencial para a sociedade. Entendemos que a comunidade cristã tem tarefas que ultrapassam as fronteiras das famílias que a compõem. Por isso estas famílias são chamadas a vivenciar sua vocação cristã e influenciar a sociedade. A família está sendo desafiada nos dias atuais para ser igreja e viver as funções básicas da vida comunitária entre si, crescer e amadurecer espiritualmente, ouvir a palavra bíblica, orar e cantar, bem como apoiar-se, ajudar-se, aconselhar-se e com isso, alcançar o crescimento que é proposto pelo exercício da fé em amor no meio a uma geração corrompida. A família tem um papel fundamental a desempenhar, já que é a unidade básica da sociedade e da Igreja. Nesse momento de mudança de época, urge uma atenção especial que tem de ser dada no presente momento aos bens religiosos, morais e sociais de fidelidade, igualdade e respeito mútuo entre marido e esposa, na defesa da família e na transmissão da fé. Que nossas famílias transmitam os verdadeiros valores do Evangelho de Jesus e vivam a permanente vivência da Palavra de Deus pelos sacramentos e pelas ações sacramentais. Abençoa, Senhor, as nossas famílias!

Fonte de apoio: www.arqrio.org

Silmara Rizzo – Pastoral Litúrgica e MESC

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui