SÃO JOAQUIM E SANTA ANA

0
1041

No dia 26 de julho, a Igreja venera, com alegria, os santos Joaquim e Ana, os pais de Nossa Senhora e avós de Jesus.

Não temos dados históricos a respeito deste casal, a não ser pelo “protoevangelho” apócrifo de São Tiago, em que se fala de Joaquim, que passou um tempo no deserto, em oração, enquanto Ana o esperava.

Os dois eram estéreis, mas Deus atendeu aos pedidos de Joaquim. Assim, veio ao mundo a pequena Maria, que se tornaria a Mãe de Jesus.

Esse protoevangelho afirma que Joaquim pertencia à Família Real de Davi, enquanto Ana – cujo nome, em hebraico, significa “Graça” – pertencia à Família do Sacerdote Aarão. O casal morava em Jerusalém. Depois que Maria nasceu, Ana a ofereceu no templo, com apenas três anos de idade.

Ainda de acordo com a tradição, Ana e Joaquim viram o nascimento de Jesus. Joaquim morreu logo após ver o seu Divino neto no templo de Jerusalém.

Imagine a emoção e a alegria deste casal, quando o pequeno Jesus os olhava com ternura, chamando-os de “Vovô e Vovó”!.

A devoção aos pais de Nossa Senhora é muito antiga.

O Imperador Justiniano construiu uma Igreja dedicada a Joaquim e Ana, mas foi no ano de 710 que as relíquias de Santa Ana foram levadas da Terra Santa para Istambul, na Turquia, onde foram distribuídas para muitas Igrejas do Ocidente.

Porém, a maioria das relíquias está na Igreja de Santa Ana, na cidade alemã de Duren.

Em 1378, o Papa Urbano IV oficializou o seu culto, enquanto os protestantes, liderados por Martinho Lutero, desprezavam as imagens de Nossa Senhora menina, com seus pais.

Mesmo assim, em muitas Igrejas, os artistas gostavam de representar momentos da vida familiar de Nossa Senhora.

Em 1584, o Papa Gregório XIII fixou a data da Festa de Santa Ana em 26 de julho, e o Papa Leão XIII a estendeu para toda a Igreja, em 1879. Depois o Papa Paulo VI associou, num único dia, 26 de julho, a celebração de São Joaquim e Santa Ana.

São Joaquim e Santa Ana são os modelos de todos os avós. Os pais têm o dever de incutir nos filhos e nas filhas o carinho pelos avós, que têm um papel muito importante na formação do caráter dos netos, auxiliando os pais. Que São Joaquim e Santa Ana abençoem a todas as Famílias.

Texto: Padre Guido Mottinelli         Colaboração: Professor   Alcides Trofini  – Pastoral Litúrgica.

Deixe uma resposta