Exercício físico na prevenção e tratamento da osteoporose

0
608

A massa óssea é formada principalmente na infância e na adolescência durante a fase de crescimento e ao longo da vida adulta. Por volta dos 30-40 anos inicia-se uma queda progressiva na produção de massa óssea que pode ser acelerada com a presença de alguns fatores agravantes como: falta de atividade física, má alimentação, pouca exposição ao sol, baixo peso, uso de medicamentos como os corticóides e, nas mulheres, a queda do hormônio sexual feminino (estrógeno) na menopausa. O estágio de enfraquecimento ósseo é chamado de osteopenia, sendo a osteoporose o estágio em que o osso já está enfraquecido e debilitado.

Para evitar que o osso chegue ao estágio de osteoporose, além da boa alimentação e da exposição controlada ao sol, é imprescindível que a prática de atividade física bem orientada seja incluída em sua rotina. A compressão dos ossos é o fator mais eficiente para estimular o aumento de massa óssea, e essa compressão é conseguida através de estímulo mecânico sobre os ossos, ou seja, movimentando-se. Exercícios físicos atuam na matriz de colágeno e na mineralização óssea, fortalecendo os ossos em todas as idades. Exercícios feitos com pesos (musculação) são os mais indicados pois, por não oferecerem impacto, são seguros para quem tem osteopenia ou osteoporose. Para a prevenção da osteoporose e tratamento da osteopenia, são indicadas caminhadas leves entre 30 a 60 minutos que devem ser feitas em uma freqüência de 3 a 7 vezes por semana. O importante é que toda e qualquer atividade física nessa fase seja bem orientada pelo médico, educador físico ou fisioterapeuta.

Por isso, vale lembrar: pratique atividade física antes que seu médico recomende!

Dra. Ana Flavia Bozelli- Fisioterapeuta

Deixe uma resposta